Condições e Acordo de Privacidade

Politica de Privacidade

Obrigado pelo seu interesse no nosso website. A proteção de dados é uma das prioridades da lc-design.  A consulta das páginas da lc-design.pt é possível sem necessidade de submeter dados pessoais, no entanto se um visitante desejar adquirir alguns dos nossos serviços através do nosso website, enviar menssagem ou subscrever newsltter o processamento de alguma informação pode ser necessário. 

O processamento de dados pessoais, tais como, nome, email e telefone estarão sempre de acordo com  General Data Protection Regulation (GDPR), e com de acordo com as regras especificas de cada país aplicáveís à lc-design.pt. 

Com esta declaração, a lc-design gostaria de informar, o público em geral, sobre a natureza e finalidade dos dados que processamos. Além disso os visitantes são informados, nesta declaração, dos seus direitos.

O controlador do site lc-design.pt implementou inúmeras medidas técnicas e organizacionais para garantir a proteção mais completa dos dados pessoais que são processados através deste website. No entanto, as transmissões de dados baseadas na Internet podem, em princípio, ter lacunas de segurança, portanto, a proteção absoluta pode não ser garantida. Por este motivo, cada visitante é livre para transferir dados pessoais através de meios alternativos, por ex. por telefone, e-mail etc.

1 . DEFINIÇÕES

A declaração de proteção de dados do site lc-design.pt baseia-se nos termos utilizados pelo legislador europeu para a adoção do Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR).  A nossa declaração de proteção de dados deve ser legível e compreensível para o público em geral, bem como para nossos clientes e parceiros de negócios. Para garantir isso, gostaríamos de primeiro explicar a terminologia usada.

Nesta declaração usamos os seguintes termos:

a) Dados pessoais 
Significa qualquer informação relativa a uma pessoa singular identificada ou identificável (“visitante”). Uma pessoa singular identificável é aquela que pode ser identificada, direta ou indiretamente, em particular por referência a um identificador como um nome, um número de identificação, dados de localização, um identificador on-line ou a um ou mais fatores específicos ao físico, identidade fisiológica, genética, mental, econômica, cultural ou social daquela pessoa natural.

b) Visitante
Visitante é qualquer pessoa natural identificada ou identificável, cujos dados pessoais são processados pelo controlador responsável pelo processamento.

c) Processamento
Processamento é qualquer operação, ou conjunto de operações, que são realizadas em dados pessoais ou em conjuntos de dados pessoais, seja ou não por meios automatizados, tais como recolha, registo, organização, estruturação, armazenamento, adaptação ou alteração, recuperação, consulta, uso, divulgação por transmissão, divulgação ou disponibilização de qualquer outra forma, alinhamento ou combinação, restrição, apagamento ou destruição.

d) Restrições de processamento 
Restrição de processamento é a marcação de dados pessoais armazenados com o objetivo de limitar seu processamento no futuro.

e) Perfis
Definição de perfis significa qualquer forma de processamento automatizado de dados pessoais, que consiste na utilização de dados pessoais, para avaliar determinados aspectos pessoais relacionados com uma pessoa singular, em particular para analisar ou prever aspectos relativos ao desempenho dessa pessoa no trabalho, situação económica, saúde, preferências pessoais , interesses, confiabilidade, comportamento, localização ou movimentos.

f) Pseudónimos 
A utilização de pseudónimos é o processamento de dados pessoais, de tal maneira que esses dados não podem mais ser atribuídos a um visitante específico sem o uso de informações adicionais, desde que essas informações adicionais sejam mantidas separadamente e estejam sujeitas a medidas técnicas e organizacionais para assegurar que os dados pessoais não são atribuídos a uma pessoa singular identificada ou identificável.

g) Controlador ou responsável pelo processamento
Controlador ou responsável pelo processamento é a pessoa física ou jurídica, autoridade pública, agência ou outro organismo que, sozinho ou em conjunto com os outros, determina os fins e meios do tratamento de dados pessoais; Se os fins e os meios desse tratamento forem determinados pela legislação da União ou do Estado-Membro, o responsável pelo tratamento ou os critérios específicos para a sua nomeação podem ser estabelecidos pelo direito da União ou do Estado-Membro.

h) Processador de dados 
Processador é uma pessoa singular ou colectiva, autoridade pública, agência ou outro organismo que processa dados pessoais em nome do responsável pelo tratamento.

i) Destinatário
O destinatário é uma pessoa singular ou colectiva, autoridade pública, agência ou outro organismo, para o qual os dados pessoais são divulgados, sejam terceiros ou não. No entanto, as autoridades públicas que possam receber dados pessoais no âmbito de um inquérito específico em conformidade com a legislação da União ou do Estado-Membro não são consideradas destinatários; O tratamento desses dados por essas autoridades públicas deve estar em conformidade com as regras de proteção de dados aplicáveis, de acordo com os objetivos do tratamento. .

j) terceiros
O terceiro é uma pessoa singular ou colectiva, autoridade pública, agência ou organismo diferente do visitante, controlador, processador e pessoas que, sob a autoridade directa do controlador ou processador, estão autorizados a processar dados pessoais. 

k) Autorização
Consentimento do visitante é qualquer indicação dada livremente, específica, informada e inequívoca da vontade do visitante, pela qual ele ou ela, por uma declaração ou por uma ação afirmativa clara, significa acordo para o tratamento de dados pessoais relativos a ele ou ela.

2. COOKIES
As páginas do site da lc-design.pt foram criadas com base na google amp technology e não utilizam cookies. Cookies são arquivos de texto que são armazenados num sistema de computador através de um navegador da Internet.

3. RECOLHA DE DADOS GERAIS
O site lc-design.pt recolhe uma série de dados e informações gerais quando um visitante ou sistema automatizado acessa o site. Esses dados e informações gerais são armazenados nos arquivos de log do servidor. As informações coletadas podem ser (1) os tipos de navegadores e versões utilizadas, (2) o sistema operativo usado pelo sistema de acesso, (3) o site a partir do qual um sistema de acesso chega ao nosso site (os chamados referenciadores), (4) sub-sites, (5) a data e hora de acesso ao site da Internet, (6) um endereço de protocolo de Internet (endereço IP), (7) o provedor de serviços de Internet do sistema de acesso e (8) quaisquer outros dados semelhantes e informações que podem ser usadas em caso de ataques aos nossos sistemas de tecnologia da informação.

Ao utilizar estes dados e informações gerais, o site da lc-design.pt não tira conclusões sobre o visitante. Pelo contrário, esta informação é necessária para (1) entregar o conteúdo do nosso site corretamente, (2) otimizar o conteúdo do nosso site, bem como a sua publicidade, (3) garantir a viabilidade a longo prazo dos nossos sistemas de tecnologia da informação e tecnologia do site e (4) fornecer às autoridades policiais as informações necessárias para o processo criminal em caso de um ciberataque. Por isso, o site da lc-design.pt analisa estatisticamente dados e informações recolhidos anonimamente, com o objetivo de aumentar a proteção de dados e a segurança de dados da nossa empresa, e garantir um nível ótimo de proteção para os dados pessoais que processamos. Os dados anônimos dos arquivos de log do servidor são armazenados separadamente de todos os dados pessoais fornecidos por um visitante.

4. SUBSCRIÇÃO DE NEWSLETTER
No site lc-design.pt, os utilizadores têm a oportunidade de subscrever a nossa newsletter. A máscara de entrada usada para essa finalidade determina quais dados pessoais são transmitidos, bem como quando o boletim informativo é pedido ao controlador.

A lc-design informa, regularmente, os seus clientes e parceiros de negócio através de uma newsletter sobre as suas ofertas. A newsletter do lc-design.pt só pode ser recebida pelo visitante se (1) o visitante tiver um endereço de e-mail válido e (2) o visitante tiver autorizado o envio da newsletter. Um e-mail de confirmação será enviado para o endereço de e-mail registado por um visitante pela primeira vez para o envio de newsletter. Este e-mail de confirmação é usado para comprovar se o proprietário do endereço de e-mail está autorizado a receber a newsletter.

Durante o registo para a newsletter, também armazenamos o endereço IP do sistema de computador atribuído pelo provedor de serviços de Internet (ISP) e usado pelo visitante no momento do registo, bem como a data e hora do registro. A coleta desses dados é necessária para entender o (possível) uso indevido do endereço de e-mail de um visitante em uma data posterior e, portanto, serve ao objetivo da proteção legal do controlador.

Os dados pessoais recolhidos, como parte de um registo para a newsletter, serão usados apenas para o envio da nossa newsletter. Além disso, os assinantes da newsletter podem ser informados por e-mail, desde que isso seja necessário para o funcionamento do serviço de newsletter ou de um registo em questão, como poderia ser o caso em caso de modificações na oferta de newsletter, ou no caso de uma mudança nas circunstâncias técnicas. Não haverá transferência de dados pessoais coletados pelo serviço de newsletter para terceiros. A assinatura da nossa newsletter pode ser cancelada pelo visitante a qualquer momento. O consentimento para o armazenamento de dados pessoais, que o visitante forneceu para enviar a newsletter, pode ser revogado a qualquer momento. Para fins de revogação do consentimento, um link correspondente é encontrado em cada newsletter. 

5. RASTREAMENTO 
A newsletter da lc-design.pt pode conter os chamados pixels de rastreamento. Um pixel de rastreamento é um gráfico em miniatura incorporado em tais e-mails, que são enviados em formato HTML para permitir a gravação e análise de arquivos de log. Isso permite uma análise estatística do sucesso ou fracasso das campanhas de marketing on-line. Com base no pixel de rastreamento incorporado, a lc-design.pt pode ver se e quando um email foi aberto por um visitante e quais links no email foram chamados pelos visitantes.

Tais dados pessoais coletados nos pixels de rastreamento contidos nas newsletters são armazenados e analisados pelo controlador, a fim de otimizar o envio do boletim informativo, bem como adaptar o conteúdo de futuras newsletters ainda melhor aos interesses do visitante. Esses dados pessoais não serão repassados a terceiros. Os visitantes podem, a qualquer momento, revogar a respectiva declaração de consentimento. Após uma revogação, esses dados pessoais serão excluídos pelo controlador. A lc-design.pt considera,, automaticamente, uma retirada do recebimento da newsletter como uma revogação. 

6. CONTACTO VIA WEBSITE
O site lc-design.pt contém informação que permite um rápido contacto electrónicoque inclui também um endereço geral do chamado correio electrónico (endereço de e-mail ). Se um visitante entrar em contato com o controlador por e-mail ou por meio de um formulário de contato, os dados pessoais transmitidos pelo visitante serão armazenados automaticamente. Tais dados pessoais transmitidos voluntariamente por um visitante ao controlador de dados são armazenados com a finalidade de processar ou contatar o visitante. Não há transferência desses dados pessoais para terceiros. 

7. BLOQUEIO DE DADOS PESSOAIS 
O responsável pelo tratamento dos dados processará e armazenará os dados pessoais do visitante apenas pelo período necessário para atingir a finalidade de armazenamento, ou, na medida em que tal seja concedido pelo legislador europeu ou por outros legisladores em leis ou regulamentos aos quais o responsável esteja sujeito.

Se o objectivo de armazenamento não for aplicável, ou se expirar um período de armazenamento prescrito pelo legislador europeu ou outro legislador competente, os dados pessoais são rotineiramente bloqueados ou apagados de acordo com os requisitos legais.

10. DIREITOS DO VISITANTE
 
a) Direito de confirmação 
Cada visitante terá o direito garantido pelo legislador europeu, de obter do responsável pelo tratamento, a confirmação de que os dados pessoais relativos a ele ou dela estão a ser processados. Se o visitante desejar usufruir deste direito de confirmação, pode, a qualquer momento, contactar-nos através do nosso email geral@lc-design.pt.

b) Direito de acesso
Cada visitante terá o direito, garantido pelo legislador europeu, de obter do responsável pelo tratamento informação livre sobre os seus dados pessoais armazenados, a qualquer momento e uma cópia desta informação. Além disso, as diretivas e regulamentos europeus concedem ao visitante acesso às seguintes informações:

■ os propósitos do processamento; 
■ as categorias de dados pessoais em causa; 
■ os destinatários ou categorias de destinatários a quem os dados pessoais foram ou serão divulgados, em especial os destinatários em países terceiros ou organizações internacionais; 
sempre que possível, o período previsto para o qual os dados pessoais serão armazenados ou, se não for possível, os critérios utilizados para determinar esse período;
■ a existência do direito de solicitar a rectificação ou o apagamento de dados pessoais pelo responsável pelo tratamento, ou a restrição do tratamento de dados pessoais relativos ao visitante, ou de se opor a esse tratamento; 
■ a existência do direito de apresentar queixa junto de uma autoridade de supervisão; 
onde os dados pessoais não são coletados do visitante, qualquer informação disponível quanto à sua origem; 
■ a existência de decisões automatizadas, incluindo a definição de perfis, referidas nos nºs 1 e 4 do artigo 22º do GDPR e, pelo menos nesses casos, informações significativas sobre a lógica em causa, bem como a importância e as consequências previstas do tal processamento para o visitante. 

Além disso, o visitante terá o direito de obter informações sobre se os dados pessoais são transferidos para um país terceiro ou para uma organização internacional. Se for esse o caso, o visitante terá o direito de ser informado das salvaguardas apropriadas relativas à transferência.

Caso o visitante necessite de informação suplementar poderá contar-nos através do nosso email geral@lc-design.pt. 

c) Direito de retificação 
Cada visitante terá o direito garantido pelo legislador europeu de obter do responsável pelo tratamento, sem demora injustificada, a rectificação de dados pessoais inexactos que lhe digam respeito. Levando em conta os propósitos do processamento, o visitante terá o direito de ter dados pessoais incompletos preenchidos, inclusive por meio de uma declaração suplementar.

Caso o visitante deseje exercer o direito de retificação, ele ou ela, a qualquer momento, poderá contactar-nos através do nosso email geral@lc-design.pt

d) Direito de ser esquecido 
Cada visitante terá o direito, garantido pelo legislador europeu, de obter do responsável pelo tratamento ou remoção de dados pessoais que lhe digam respeito sem demoras indevidas, devendo o responsável pelo tratamento apagar os dados pessoais quando se aplicar um dos seguintes motivos: 

■ Os dados pessoais não são mais necessários em relação aos fins para os quais foram coletados ou processados ​​de outra forma. 
■ O visitante retira o consentimento ao qual o tratamento se baseia, nos termos do artigo 6.º, n.º 1, alínea a), do GDPR, ou do artigo 9.º, n.º 2, alínea a), do GDPR, e quando não existe outro fundamento jurídico para o processamento. 
■ O visitante contesta o tratamento nos termos do artigo 21.o, n.o 1, do GDPR e não existem razões legítimas para o tratamento, ou o visitante contesta o tratamento nos termos do artigo 21.o, n.o 2, do GDPR. 
■ Os dados pessoais foram processados ​​ilegalmente. 
■ Os dados pessoais devem ser apagados para cumprimento de uma obrigação legal na legislação da União ou dos Estados-Membros à qual o responsável pelo tratamento está sujeito. 
■ Os dados pessoais foram recolhidos em relação à oferta de serviços da sociedade da informação referidos no artigo 8.º, n.º 1, do GDPR. 

Se uma das razões acima mencionadas se aplica, e um visitante deseja solicitar o apagamento de dados pessoais armazenados pela lc-design.pt, pode, a qualquer momento, contactar geral@lc-design.pt. Um funcionário da lc-design.pt deve assegurar que o pedido de cancelamento é imediatamente cumprido.

Caso o responsável pelo tratamento tenha tornado públicos os dados pessoais e seja obrigado, nos termos do artigo 17.º, n.º 1, a apagar os dados pessoais, o responsável pelo tratamento, tendo em conta a tecnologia disponível e os custos de implementação, tomará medidas razoáveis, incluindo medidas técnicas para informar outras. Os controladores que processam os dados pessoais que o visitante solicitou apagam, por parte desses controladores, quaisquer links, cópias ou replicações desses dados pessoais, na medida em que o processamento não é necessário. Um funcionário do lc-design.pt providenciará as medidas necessárias em casos individuais. 

e) Direito de restrição de processamento 
Cada visitante terá o direito, garantido pelo legislador europeu, de obter do responsável pelo tratamento a restrição de tratamento quando se verificar uma das seguintes situações: 

■ A precisão dos dados pessoais é contestada pelo visitante, por um período que permite ao controlador verificar a precisão dos dados pessoais. 
■ O processamento é ilegal e o visitante se opõe ao apagamento dos dados pessoais e solicita, em vez disso, a restrição de seu uso. 
■ O controlador não precisa mais dos dados pessoais para os propósitos do processamento, mas eles são requeridos pelo visitante para o estabelecimento, exercício ou defesa de reivindicações legais. 
■ O visitante opôs-se ao tratamento nos termos do artigo 21.º, n.º 1, do GDPR, na pendência da verificação da questão de saber se os fundamentos legítimos do responsável pelo tratamento se sobrepõem aos do visitante. 

Se uma das condições acima mencionadas for cumprida, e um visitante desejar solicitar a restrição do processamento de dados pessoais armazenados pelo lc-design.pt, poderá em qualquer altura contactar geral@lc-design.pt. O empregado de lc-design.pt providenciará a restrição do processamento.

f) Direito à portabilidade de dados
Cada visitante terá o direito, garantido pelo legislador europeu, de receber os dados pessoais que lhe são fornecidos, fornecidos a um responsável pelo tratamento, num formato estruturado, habitualmente utilizado e legível por máquina. Tem o direito de transmitir esses dados a outro responsável pelo tratamento, sem impedimento do responsável pelo tratamento a que os dados pessoais foram fornecidos, desde que o tratamento se baseie no consentimento previsto no artigo 6.º, n.º 1, alínea a). o GDPR ou a alínea a) do no 2 do artigo 9.o do GDPR, ou num contrato nos termos do artigo 6.o, no 1, alínea b), do RGPD, e o tratamento é efectuado por meios automatizados, desde que: O tratamento não é necessário para o desempenho de uma tarefa realizada no interesse público ou no exercício da autoridade oficial do responsável pelo tratamento.

Além disso, ao exercer o seu direito à portabilidade de dados nos termos do artigo 20.º, n.º 1, do GDPR, o visitante terá o direito de transmitir dados pessoais diretamente de um controlador para outro, sempre que tecnicamente exequível e quando tal não prejudique afetam os direitos e liberdades dos outros.

Para garantir o direito à portabilidade de dados, o visitante pode, a qualquer momento, entrar em contato geral@lc-design.pt. 

g) Direito de objetar
Cada visitante terá o direito, conferido pelo legislador europeu, de se opor, por motivos relacionados com a sua situação particular, a qualquer momento, ao tratamento de dados pessoais que lhe digam respeito, baseado nas alíneas e) ou f). 1 do artigo 6. o do GDPR. Isso também se aplica à criação de perfis com base nessas disposições.

A lc-design.pt deixará de processar os dados pessoais em caso de objeção, a menos que possamos demonstrar motivos legítimos convincentes para o processamento que se sobreponham aos interesses, direitos e liberdades do visitante, ou para o estabelecimento, exercício ou defesa de reivindicações legais. 

Se a lc-design.pt processar dados pessoais para fins de marketing direto, o visitante terá o direito de se opor, a qualquer momento, ao processamento de dados pessoais relativos a esse marketing. Isso se aplica ao perfil na medida em que está relacionado a esse marketing direto. Se o visitante se opuser em relação ao processamento para fins de marketing direto, a lc-design.pt deixará de processar os dados pessoais para estes fins.

Além disso, o visitante tem o direito, por motivos relacionados com a sua situação particular, de se opor ao tratamento de dados pessoais relativos a ele, usados pela lc-design.pt, para fins de investigação científica ou histórica, ou para fins estatísticos nos termos do artigo 89 (1) do GDPR, a menos que o tratamento seja necessário para o desempenho de uma tarefa realizada por razões de interesse público. 

Para exercer o direito de oposição, o visitante pode contactar qualquer colaborador da lc-design.pt. Além disso, o visitante é livre no contexto da utilização de serviços da sociedade da informação e, não obstante a Diretiva 2002/58 / CE, para usar o seu direito de objeto por meios automatizados usando especificações técnicas.

h) Tomada de decisão individual automatizada, incluindo criação de perfil
Cada visitante terá o direito, reconhecido pelo legislador europeu, de não estar sujeito a uma decisão baseada unicamente no tratamento automatizado, incluindo a definição de perfis, que produza efeitos jurídicos a seu respeito ou afecte de forma igualmente semelhante, desde que a decisão ( 1) não é necessário para celebrar ou executar um contrato entre o visitante e um responsável pelo tratamento de dados, ou (2) não está autorizado pela legislação da União ou do Estado-Membro a que o controlador está sujeito e que também estabelece medidas para salvaguardar os direitos e liberdades dos visitantes e interesses legítimos, ou (3) não se baseia no consentimento explícito do visitante.

Se a decisão (1) for necessária para a celebração ou a execução de um contrato entre o visitante e um responsável pelo tratamento de dados, ou (2) se basear no consentimento explícito do visitante, a lc-design.pt implementará medidas adequadas para salvaguardar os direitos e liberdades dos visitantes e interesses legítimos, pelo menos o direito de obter intervenção humana por parte do responsável pelo tratamento, para expressar o seu ponto de vista e contestar a decisão.

Se o visitante pretender exercer os direitos relativos à tomada de decisão individual automatizada, pode, a qualquer momento, contactar geral@lc-design.pt.

i) Direito de retirar o consentimento de proteção de dados
Cada visitante terá o direito garantido pelo legislador europeu de retirar o seu consentimento para o tratamento dos seus dados pessoais a qualquer momento.

Se o visitante desejar exercer o direito de retirar o seu consentimento, pode, a qualquer momento, contactar geral@lc-design.pt.

11. BASE LEGAL PARA PROCESSAMENTO

Art. 6(1) lit. a GDPR serves as the legal basis for processing operations for which we obtain consent for a specific processing purpose. If the processing of personal data is necessary for the performance of a contract to which the visitor is party, as is the case, for example, when processing operations are necessary for the supply of goods or to provide any other service, the processing is based on Article 6(1) lit. b GDPR. The same applies to such processing operations which are necessary for carrying out pre-contractual measures, for example in the case of inquiries concerning our products or services. Is lc-design.pt subject to a legal obligation by which processing of personal data is required, such as for the fulfilment of tax obligations, the processing is based on Art. 6(1) lit. c GDPR. In rare cases, the processing of personal data may be necessary to protect the vital interests of the visitor or of another natural person. This would be the case, for example, if a visitor were injured in lc-design.pt and his name, age, health insurance data or other vital information would have to be passed on to a doctor, hospital or other third party. Then the processing would be based on Art. 6(1) lit. d GDPR. Finally, processing operations could be based on Article 6(1) lit. f GDPR. This legal basis is used for processing operations which are not covered by any of the above mentioned legal grounds, if processing is necessary for the purposes of the legitimate interests pursued by lc-design.pt or by a third party, except where such interests are overridden by the interests or fundamental rights and freedoms of the visitor which require protection of personal data. Such processing operations are particularly permissible because they have been specifically mentioned by the European legislator. He considered that a legitimate interest could be assumed if the visitor is a client of the controller (Recital 47 Sentence 2 GDPR). 

12. Os interesses legítimos prosseguidos pelo responsável pelo tratamento ou por um terceiro 

Where the processing of personal data is based on Article 6(1) lit. f GDPR our legitimate interest is to carry out our business in favour of the well-being of all our employees and/or shareholders. 

13. Período para o qual os dados pessoais serão armazenados
O critério utilizado para determinar o período de armazenamento de dados pessoais é o respectivo período de retenção legal. Após o término desse período, os dados correspondentes são rotineiramente excluídos, desde que não sejam mais necessários para o cumprimento do contrato ou o início de um contrato.

14. Provision of personal data as statutory or contractual requirement; Requirement necessary to enter into a contract; Obligation of the visitor to provide the personal data; possible consequences of failure to provide such data 
We clarify that the provision of personal data is partly required by law (e.g. tax regulations) or can also result from contractual provisions (e.g. information on the contractual partner). Sometimes it may be necessary to conclude a contract that the visitor provides us with personal data, which must subsequently be processed by us. The visitor is, for example, obliged to provide us with personal data when lc-design.pt signs a contract with him or her. The non-provision of the personal data would have the consequence that the contract with the visitor could not be concluded. Before personal data is provided by the visitor, the visitor must contact geral@lc-design.pt. lc-design.pt clarifies to the visitor whether the provision of the personal data is required by law or contract or is necessary for the conclusion of the contract, whether there is an obligation to provide the personal data and the consequences of non-provision of the personal data. 

15. Tomadas de decisão automáticas.
Como empresa responsável, não utilizamos tomadas de decisão ou perfis automáticos.

telefone: +351 925 326 971 email: geral@migaitasforum.pt
© copyright 2018 migaitas forum - all rights reserved 
created by lc-design with lc-design google amp optimizer
associated partner siebraga